Páginas

sábado, 27 de novembro de 2010

Idéias Preconcebidas #2 - Preconceito

Vivemos em sociedade. Uma sociedade distinta, de pessoas distintas, com sexos, cores, tribos e tudo o mais distintos. O problema é que, nessa sociedade, pessoas, na maioria das vezes, prejulgam as outras antes de conhecê-las, assim formando o preconceito.
O preconceito é o ato de prejulgar, pré - avaliar algo ou alguém. Ele se manifesta quando alguém, ou por falta de vivência ou por falta de pesquisa, subjulga algo a sua volta, formando uma opinião e uma crítica pobre e sem conteúdo podendo virar um troll de carteirinha.
Exemplos clássicos de preconceito são o preconceito racial e o preconceito social, sendo eles de fácil percepção. Mas todos nós temos preconceitos e isto é um fato. Então se todos nós temos preconceitos, é fato também que existem muitos outros preconceitos que talvez nem achássemos que fossem preconceitos e assim praticamos, mas são preconceitos, e eles têm o mesmo peso que qualquer outro preconceito.
Você pode até ter se sentido mal por ter lido, no parágrafo acima, que todos nós temos preconceitos. Mas isso é fato e não podemos mudar.
Vou mostrar aqui algumas atitudes muito preconceituosas que passam despercebidas no nosso dia a dia:
_Quando você almoça na escola ou faculdade, vem alguém querendo sentar contigo e você não deixa
_ Quando você está em uma fila de banco para receber dinheiro e esconde o cartão de crédito ou o dinheiro quando vê alguém de má aparência ou de aparência pobre perto de você
_ Quando você ouve falar de alguma banda nova e, por ser nova, já a critica antes mesmo de ouvir
Logo acima listei alguns poucos exemplos, mas existem outros tipos de preconceito, como o religioso, étnico... e aí vai.
Lembre-se de que preconceito não é igual à discriminação. Preconceito se baseia em ideais e em atitudes minuciosas, já a discriminação trata-se de um próximo nível, onde o preconceito se torna iminente e o preconceituoso começa a cometer atos de violência ou começa a impor seus baixos ideais de forma dura.
Com isso, muita gente acha que o preconceito já é um assunto supérfluo, que não se leva ninguém a lugar nenhum ficar falando sobre isso, que isso já está plantado na sociedade e é impossível tirar.... E blá blá blá... As pessoas acham que o importante é guardar pra si o preconceito que aí não se incomoda ninguém. Isso é uma das maiores mentiras que se pode contar. O preconceito é desprezível e, todos os dias, nós temos que lutar contra sua raiz em nossa sociedade. Temos que criar opiniões centradas sobre tudo e não podemos deixar que o “achismo” domine nossas mentes.
Muita gente acha que não, mas a verdade é que o preconceito é gerado pelo medo. O medo do novo. O preconceito racial começou com o medo de relacionamento com negros por parte dos europeus. O preconceito religioso começa pelo medo de estudar e se juntar com pessoas de outra religião. O preconceito social começa com o medo de se misturar com gente pobre ou humilde. O medo besta sempre assola a sociedade. Então acho que a solução para o preconceito é nós pararmos de ter medo de mudarmos ou medo experimentarmos um novo.
Então é isso! Que nós melhoremos nossa forma de pensar e que não tenhamos idéias preconcebidas sobre tudo à nossa volta! Nós somos seres humanos e não “wikipedias” ambulantes...


Ass.: @lgr2k9

4 comentários:

  1. verdade... muito bom texto.. bem exclarecedor!

    http://mundodosamuka.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. O seu texto é o que chamo de uma critica pertinente sobre um defeito social construido historicamente. Infelizmente, como você disse, ninguém está livre de algum preconceito por menor que seja e mesmo que esteja escondido ele não deixa de existir. É impossivel esconder isso até porque uma hora a verdade vem a tona e as máscaras sociais uma hora irão quebrar e se partir em mil pedaços revelando assim a verdadeira face desprezível do preconceito.

    O mundo é a diversidade e precisamos aprender a conviver com a diferença de forma pacifica e humana. Sem isso, nunca haverá evolução e estaremos sempre atrasados no tempo nos destruindo pouco a pouco.

    ResponderExcluir
  3. Um ótimo texto. Digno.
    Mas não estamos e acredito eu, que não estaremos livres desse "pré" julgamento. Acredito que nunca seremos um ser humano melhor, mais digno, mais consciente e principalmente, um ser humano mais Humano. Exatamente pelo fato de não sabermos conviver uns com os outros. Uma cor, uma palavra e o que for já distinguem um do outro e por esse fato muitos não aceitam.

    Mas, um belo post. Uma verdade.

    ResponderExcluir